Musicoterapia
 
O musicoterapeuta pesquisa a relação do homem com os sons para criar métodos terapêuticos que visem a restabelecer o equilíbrio físico, psicológico e social do indivíduo. Ele utiliza instrumentos musicais, canto e ruídos para tratar de portadores de distúrbios da fala e da audição ou de deficiência mental.

Auxilia estudantes com dificuldade de aprendizado e contribui para a melhoria da qualidade de vida de idosos e pacientes com aids e câncer, por exemplo. Também promove a reabilitação de dependentes químicos e a reintegração social de menores infratores.

Pode trabalhar em hospitais, clínicas, empresas, instituições de reabilitação e centros de geriatria e gerontologia.

O curso

Não é preciso ter formação musical para ingressar nesse bacharelado. O currículo, que mescla disciplinas das áreas de música e medicina, inclui o aprendizado de alguns instrumentos. História da música, percepção musical, psicologia do desenvolvimento, fisiologia, anatomia e neurologia são algumas das matérias.

Nas disciplinas específicas, o estudante conhece os fundamentos da Musicoterapia e suas principais técnicas e processos. Na maioria das escolas é obrigatório um estágio em clínicas, consultórios ou hospitais.

As grandes universidades costumam ter clínicas e hospitais-escola, onde o bacharelando pratica o que aprendeu em teoria, prestando atendimento à comunidade. É exigida uma monografia para a conclusão do curso. Duração média: quatro anos.
 

Onde Estudar?
 

Ver Outro Curso
  Clique Aqui
 

Mesma Categoria
 

 

Twitter Facebook Youtube
DF | Goiás | Mato Grosso | Minas | Tocantins | Editora Opirus         
Grupo Olimpo - Todos os direitos reservados.